3 jul 2013

Escrito por em Culinária, Culinária de Macho

Patê caseiro de lingüiça mineira

Que ninguém diga que sou intolerante. Esta semana, resolvi trabalhar a linguiça. Vida de cozinheiro é assim e a gente tem que se desvencilhar dos preconceitos, não é mesmo? Então, para você que é macho de respeito, aí vai uma bela receita de patê de linguiça. Essa receita serve para qualquer outro tipo de patê. Se você não quiser estragar sua linguiça e preferir fazer de fígado de frango, por exemplo, é só substituir o tipo de carne, mas manter as proporções. Outras linguiças, como a calabresa, também funcionam muito bem (trocadilho não intencional).20130630-175744.jpg

De qualquer maneira, preparar patês em casa é rápido, barato e fácil. Sem contar que fica muito mais gostoso do que comprar aquelas latinhas prontas. Acredite em mim: depois que você fizer o primeiro, nunca mais vai querer perder tempo no supermercado com os já prontos.

A Santa acha que homem que sabe dançar faz sucesso entre as mulheres. Eu acho que é mais importante saber tratar uma linguiça…

Tratando a linguiça

Um único cuidado que eu recomendo é tratar a linguiça com carinho. Isso significa escaldar e pelar. Coloque 250 g de linguiça mineira numa vasilha e despeje água fervente suficiente para cobri-la. Deixe descansar por uns 10 minutos. Depois, descarte a água e com cuidado, tire a pele que envolve a linguiça (tente não rir desta frase). Cuidado, porque ela ainda vai estar quente e você pode se queimar.

Leve uma frigideira ao fogo com cerca de 40 g de manteiga sem sal. Quando ela derreter, junte a linguiça. Refogue bem, até que mude de cor (uns 5 minutos). Retire e leve a um processador.

Triturando a linguiça

Bata a linguiça no processador junto com mais 85 g de manteiga, 2 colheres de sopa de cachaça e os temperos que você escolher. Se sua linguiça for simples, pode ser bom colocar uma pimenta, sementes de erva doce ou folhas de tomilho. Se preferir, como primeira experiência, não junte os temperos e apenas perceba o gosto, para pensar em como aprimorar depois. Bata, até atingir a consistência de patê.

Guardando a linguiça

Transfira o patê para potinhos de louça, alisando a parte superior. Cubra-os com um pouco de manteiga de garrafa e deixe na geladeira, para a manteiga endurecer. É importante fazer isso, pois o contato com o oxigênio escurece o patê. Você pode servir com pães, ou se tiver gostado da foto, com aipim.

Esse aipim que aparece aí é uma das minhas receitas preferidas e você pode ver como eu fiz lá no meu blog.

Pedro Wolff
Pedro Wolff

Culinária de Macho

Roqueiro, blogueiro, consultor de empresas. Apaixonado por comida, resolveu falar sobre o que fazia na cozinha. Mantém os blogs Comer com Pedro e PedroWolff.com. Além de cozinhar, tenta desesperadamente explicar para as pessoas o que é design de negócios, mas elas preferem ler as suas receitas. Está no Twitter @comercompedro

Veja todos os textos de Pedro Wolff

   Senta o verbo!