10 jul 2012

Escrito por em Culinária de Macho

Dia da Pizza: Azeite ou ketchup?

“Azeite na pizza? Tem certeza?” Os leitores de São Paulo podem estranhar a pergunta vinda de qualquer garçom aqui do Rio. Para nós, aqui, colocar ketchup na pizza é tão natural quanto manteiga no pão. Espera. Paulistas também usam manteiga no pão, certo? De acordo com meus primos, sim.

Como parte do Dia da Pizza, resolvi falar como esse prato universal é encarado (e degustado) em duas das cidades mais rivais do Brasil. A verdade é que eu acho que São Paulo está ganhando. Primeiro porque azeite realça o gosto da massa muito melhor do que o ketchup, que a esconde. Segundo porque eu já vejo algumas pizzarias cariocas oferecendo azeite junto com os saquinhos de ketchup no meio da mesa e não vejo as cantinas paulistas oferecendo ketchup junto com o azeite.

Pizza - Mucho Macho

 

O ponto em comum é que a pizza é um alimento para ser compartilhado em ambas as cidades. Todo mundo senta em volta da mesa e pega uma fatia (ou quadradinho, na Pizzaria Guanabara). É o momento para comemorar com uma bebida. Vinho ou cerveja são sempre bem vindos como acompanhamento.

Outra surpresa é pedir uma pizza de calabresa em São Paulo. Ela vem sem queijo! Como assim? Eu, carioca, sempre achei que a lei da pizza era clara: massa, molho de tomate, mussarela. Depois é que entra o recheio que você quiser e que vai dar nome à pizza. Não é assim, não?

Por sorte, tenho sangue italiano (tenho sangue de várias etnias, não se apressem para descobrir). É inevitável que eu goste de pizza. Esse definitivamente é o meu dia. Ainda não decidi se vou pedir pelo telefone ou fazer a minha própria massa, mas é certo que vou colocar um pouco de azeite.

E depois ketchup.

Pedro Wolff
Pedro Wolff

Culinária de Macho

Roqueiro, blogueiro, consultor de empresas. Apaixonado por comida, resolveu falar sobre o que fazia na cozinha. Mantém os blogs Comer com Pedro e PedroWolff.com. Além de cozinhar, tenta desesperadamente explicar para as pessoas o que é design de negócios, mas elas preferem ler as suas receitas. Está no Twitter @comercompedro

Veja todos os textos de Pedro Wolff

   Senta o verbo!